11/01/2021 às 09h54min - Atualizada em 11/01/2021 às 09h54min

Acamdoze estuda criar Fórum Permanente de Desenvolvimento em parceria com o Codesul

Para criação do Fórum de Desenvolvimento, será buscada a articulação também com Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP) e universidades tanto da iniciativa pública quanto privada

da Assessoria Acamdoze
Foto: Divulgação/Acamdoze

A Associação das Câmaras Municipais da Microrregião Doze (Acamdoze) irá desenvolver em parceria com o Conselho de Desenvolvimento e Integração do Sul (Codesul), um Fórum Permanente de Desenvolvimento Estratégico da Região da Comcam. O objetivo é promover inovações, criação de projetos abrangendo os diversos setores para fomentar emprego e renda, e ampliar a participação dos municípios no aperfeiçoamento das políticas públicas a partir da interação constante entre as Câmaras da Comcam e Poder Executivo.

O assunto foi discutido na manhã de sexta-feira (8) durante reunião de trabalho da diretoria da Acamdoze e presidentes de Câmaras da região, na sede da entidade, em Campo Mourão, com o secretário do Conselho de Desenvolvimento e Integração do Sul (Codesul), Wilson Quinteiro, via web conferência. Foi a primeira reunião sob o comando do novo presidente da entidade, Luiz Tavares Rosa (Engenheiro Beltrão).

“Agora vamos mandar o estatuto da Acamdoze para o Codesul para fecharmos o mais rápido possível esta parceria. A região não pode esperar”, falou Luizinho, como é mais conhecido o presidente. Na ocasião, Quinteiro se comprometeu com a Acamdoze em organizar uma agenda entre a Associação de Vereadores, Codesul e Governo Estado para apresentação formal das demandas.

“Queremos trazer o desenvolvimento para a nossa região e a Acamdoze tem força para isso”, falou Luizinho. “Estamos carentes na questão da geração de empregos. Se você vai de Ponta Grossa a Curitiba vê um corredor de indústria. O mesmo acontece de Cascavel e Foz de Iguaçu. Já na Comcam não se vê isso. Nossa região não pode esperar mais e não podemos ficar de braços cruzados. Precisamos de empregos para que nossos moradores não se mudem para os grandes centros” ressaltou.

Durante a vídeo conferência, vários vereadores apresentaram demandas regionais a Quinteiro, como incentivo a piscicultura, criação de projetos na área da Cultura, Turismo e Esportes, industrialização da região para geração de emprego e renda, além de projetos em defesa da mulher. “Anotamos todas estas reivindicações para montar um ‘esqueleto’ e o mais breve possível buscar por em prática”, falou Quinteiro.  Ele disse que o Codesul ‘está de portas abertas para a Acamdoze e os vereadores da região’. “A região de Campo Mourão tem potencial para um olhar estadual, nacional e internacional. Isso depende do interesse dos municípios e das parcerias”, emendou.

Para criação do Fórum de Desenvolvimento, será buscada a articulação também com Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP) e universidades tanto da iniciativa pública quanto privada.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »