08/10/2019 às 08h42min - Atualizada em 08/10/2019 às 08h42min

Campanha de vacinação contra o sarampo começa em todo Paraná

da Agência Estadual de Noticias
A Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo começou nesta segunda-feira (07) e segue até 25 de outubro. Nesta etapa o foco é imunizar crianças de 6 meses a menores de cinco anos de idade – quatro anos, 11 meses e 29 dias. A vacina está disponível nas unidades de saúde de todo o Estado.

O secretário estadual da Saúde, Beto Preto, reforça que o Paraná está em alerta contra o sarampo e que a vacina é a única forma de prevenir a doença, que é viral e de alto potencial de transmissão. “A vacina é um direito da criança, é um ato de proteção e de amor à vida. Por isso, recomendados a todos os pais que chequem a carteira de vacinação dos filhos. Se a carteirinha estiver incompleta ou se os pais tiverem alguma dúvida, levem os filhos até a unidade de saúde mais próxima para a imunização”, orienta.

A coordenadora de Vigilância Epidemiológica da secretaria, Acácia Nasr, explica que crianças na faixa de seis meses até menores de um ano recebem a chamada dose zero. “A primeira dose da vacina, que vale para a carteira nacional de imunização, deve ser recebida aos 12 meses e, a segunda dose, aos 15 meses. Esta é a recomendação para as crianças, que são o foco nesta fase da campanha nacional de vacinação contra o sarampo”, explica

O Dia D desta etapa da campanha de vacinação será 19, um sábado em que as unidades de saúde estarão abertas para aplicar as doses.

SEGUNDA ETAPA

Uma segunda etapa da campanha nacional está marcada para o próximo mês, de 18 a 30 de novembro. Esta fase será direcionada para adultos jovens na faixa etária de 20 a 29 anos que não estão com a caderneta de vacinação em dia.

O objetivo da campanha é interromper a circulação do vírus do sarampo e proteger os grupos mais acometidos pela doença no país.

O sarampo é uma doença infecciosa, transmitida por vírus e que pode ser contraída por pessoas de qualquer idade. As complicações decorrentes do sarampo são mais graves em crianças menores de cinco anos e podem causar meningite, encefalite e pneumonia, entre outras. O vírus é transmitido pela respiração, fala, tosse e espirro. As micropartículas virais ficam suspensas no ar, por isso o alto poder de contágio da doença.

SINTOMAS

Os sintomas mais comuns são febre alta, tosse, coriza, conjuntivite, exantema (manchas avermelhadas na pele que aparecem primeiro no rosto e atrás da orelha e depois se espalham pelo corpo). Outros sintomas como cefaleia, indisposição e diarreia também podem ocorrer. Como não existe tratamento específico para o sarampo é importante ficar atento ao aparecimento dos sintomas. Os doentes ficam em isolamento domiciliar ou hospitalar por um período de sete dias a partir do aparecimento das manchas vermelhas no corpo.

     
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »