29/09/2019 às 15h55min - Atualizada em 29/09/2019 às 15h55min

Homem é preso em Araruna suspeito de abusar de criança de 6 anos

da Redação do Portal Cidade Araruna
Um homem identificado pelas iniciais M. F. B., idade não divulgada, foi preso na manhã deste domingo, 29, pela Polícia Militar (PM) em Araruna, suspeito de abusar sexualmente de uma criança de 6 anos. A ocorrência foi registrada por volta das 06h50. 

Segundo a PM, a mãe da criança relatou que estava na companhia do esposo, da filha e de outras pessoas, nas proximidades do Conjunto Beija Flor, tomando bebida e escultando som. Quando por volta das 03h da madrugada deixaram o local no veículo da família e deram carona para um homem, que foi no banco traseiro com a filha de 6 anos do casal, deslocando-se até o Jardim Aléssia. 

Chegando no destino, a criança disse a mãe que não queria ir mais no banco de tras, chegando até a pular em seu pescoço. Questionada pela mãe, a criança disse que estava com medo, pois no trajeto o homem que viajava de carona teria passado a mão em suas partes intimas, por cima da roupa. 

Os policiais conversaram separadamente com a criança que relatou que o homem ficou passando a mão no meio de suas pernas, nas partes intimas e também chegou a beijar e morder sua bochecha. 

Ainda segundo a PM, ao tomar conhecimento do possível abuso a mãe da criança partiu para cima do homem, que escapou em direção a uma mata. 

Assim que a PM foi comunicada do fato iniciou buscas pelo suspeito, até localizar a casa do mesmo, após uma denúncia anônima, por volta das 10h10. Chegando na residência o pai do suspeito levou a equipe policial até o quarto onde o homem dormia. De acordo com a PM, o indivíduo disse que não teria cometido o abuso, e acusou a mãe e o pai da criança de agressão física, deixando inclusive escoriações em seu rosto, por isso ele teria fugido. 

Diante dos fatos o suspeito foi encaminhado para a Delegacia de Peabiru, onde seriam tomadas as medidas cabíveis. 

Atenção! Receba as principais notícias do Portal Cidade Araruna no WhatsApp. Basta clicar aqui

     
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »